Google+ Confraria do Bruxo: Os cuidados que devemos tomar...

domingo, 29 de setembro de 2013

Os cuidados que devemos tomar...


Essa história me chamou atenção, pois ela é como de muitos outros médiuns que são iludido na busca pelo “desenvolvimento de sua mediunidade”, pai no santo que falam em umbanda caridosa mais é apenas um pano para por médium despreparado em suas mãos abeis para poder disfarçadamente arrancar dinheiro, destes filhos que confiam cegamente em seus Pai de santo. Mas leiam e tirem suas conclusões:
...
...
...
As vezes eu ando por ai e vejo que muitos tem 4 palavras a me dizer, Umbanda não é caridade. Eu recentemente passei por uma situação muito inusitada, filho de berço de minha tia e Mãe de Santo comecei a frequentar uma casa "teimoso" minha tia sempre me alertou, enfim nesta casa não posso negar o Axé recebido, e o bem que me foi feito, mas em algum tempo eu comecei a ver minha vida desmoronar...
Desespero veio ao natural e a mãe da casa me disse que eu tinha de fazer uma entrega a 11 entidades, isso mesmo "11" e se não o fizesse meu caminho seria a morte, detalhe: para descobrir e determinar o trabalho eu tive de pagar R$100,00 por uma consulta particular com a entidade da casa, iludido e com medo paguei, minha Tia a esta altura do campeonato nem ao menos me lembrava dela. Amigos a minha surpresa foi grande pois a cada entidade eu deveria fazer uma entrega e a mãe me cobraria R$200 por cada entrega fora material e transporte, eu realmente fiquei indignado e pensei: Cadê a caridade?
Como um flash em minha cabeça lembrei da minha tia corri ao telefone e falei com ela...
Hoje estou bem graças a Deus, e tenho uma solução muito boa para muitos problemas as vezes os quais cassamos com nossas mãos. Fé em Deus, Fé naqueles que carregamos, e principalmente Fé em nós mesmos.

A lição acima foi dada por minha Tia e Mãe de Santo, eu gastei apenas joelho para ajoelhar e rezar, um monte de Fé que se exerce e 4 velinhas brancas, mas com certeza atos que mudaram minha vida.
Depois disso tudo passei por uma boa limpeza espiritual e estou aqui "Formoso". Ajudei minha Tia sim, mas não pelo valor que ela não cobrou e sim pela Caridade exercida por ela, retribui conforme tocou meu coração.

Será normal se cobrar pelas palavras amigas de um Preto-Velho, pela energia revigorante de um Caboclo, pela pureza de uma Criança ou pela proteção de um Exú. Que devemos cobrar pelo que nos foi dado gratuitamente?
É certo tirar proveito daqueles que procuram por ajuda e já estão necessitados?
A mediunidade é um dom, mais que um dom, um presente divino. Uma forma de atingir o coração das pessoas mais necessitadas e lhes encher de carinho e segurança.
Afinal, a Umbanda também é amor! Amor pelos encarnados e pelos desencarnados.
Amor por ajudar aos necessitados. Amor pela caridade, pois a Umbanda é acima de tudo amor pela caridade!
Desde que foi revelada pelo Caboclo das Sete Encruzilhadas, a caridade foi colocada como alicerce da Umbanda. Pois a Umbanda é louvação à Deus. E Deus é amor e caridade. E todas as entidades que estiverem dispostas a trabalhar em prol da humanidade terão seu lugar em um verdadeiro terreiro de Umbanda. Afinal, a Umbanda é serviço prestado ao próximo, é se esquecer do orgulho humano e aprender a ser humilde. Aprender a respeitar o sofrimento alheio como se fosse o nosso próprio sofrimento.
Ser Umbandista é ter sempre o coração aberto ao novo. Pois a Umbanda é filha do preconceito, e na Umbanda não se deve existir discriminação. Somos todos iguais! Em gênero, cor (todos somos da raça humana) e classe social!
Na Umbanda não há distinção entre os encarnados e nem entre os desencarnados. Afinal, somos todos filhos de Deus. E todos merecemos ser tratados com amor e dedicação.
Na Umbanda todos temos o direito de buscar e obter o auxílio necessário para nossa evolução. Pois evoluir é necessário. E não há meio melhor de se evoluir do que coma prática da caridade, do que sendo caridoso. Como diz Pai Pery, “Fazer caridade é importante, ser caridoso com o irmão é essencial”. Ser Umbandista é ser caridoso!
Então meus irmãos, não se iludam! Não se deixem enganar por quem diz que devemos pagar para obter auxílio em um terreiro de Umbanda. Não se deixem enganar por quem diz que a Umbanda é uma fábrica de desejos e lhes promete tudo com prazos. Pois a Umbanda, também é merecimento.
Seja caridoso meu irmão, e então serás Umbandista. Umbandista de corpo, alma, mente e coração.
Umbandista a serviço da caridade.


Abraços Fraternos,
Bruxo Branco